• SPA Express

Gestão de Pessoas em pequenas e médias empresas: por onde começar?

Elevar a autoestima das colaboradoras, reter delas seus talentos e fazê-las conhecer o que há de melhor no seu empreendimento são atividades primordiais dentro de pequenas e médias empresas. E é aqui que entra a famosa Gestão de Pessoas: um conjunto de técnicas relacionadas ao papel da RH e que é, por vezes, colocada em escanteio - um grave erro.


Com uma equipe reduzida, tendemos a pensar que temos o controle da situação e que sabemos quando nossas funcionárias estão insatisfeitas ou com baixo rendimento. Esquecemos que trabalhar diretamente com pessoas envolve dedicação, atenção personalizada, conhecer suas colaboradoras e diálogo, muito diálogo.


Então vamos conhecer 3 pilares da Gestão de Pessoas que podem te ajudar a encará-la como uma grande colaboradora e transformar sua equipe em pessoas felizes e motivadas no ambiente de trabalho.


1) Conheça suas colaboradoras

Através de processos seletivos, concursos, entrevistas de emprego ou indicações, temos nosso primeiro olhar enquanto profissional sobre a pessoa que iremos contratar. Mas, isso não basta. Não basta porque não estamos todos os dias felizes, livre de problemas pessoais, motivadas a realizar um bom trabalho ou bem de saúde. Há momentos em que estamos o completo oposto disso tudo - e está tudo bem!


Um dos papéis da gestora de pessoas é conhecer cada colaboradora e ter a delicadeza de identificar seus pontos fortes para compreender como motivá-la nesses momentos. O mais importante é não julgar, mas sim encontrar ferramentas para motivá-la.


2) Esteja em constante diálogo com todas


Para conhecer é preciso conversar. Em qualquer tipo de relacionamento, o diálogo é a base para que duas pessoas se conheçam e possam conviver juntas. Portanto dialogue com sua equipe, mas cuidado para não ser indelicada. Como? Comece com um bom dia, uma saudação quando ela chega em uma call da empresa ou no estabelecimento onde trabalham. Depois, puxe assunto durante o café e conte um pouco sobre você para que ela se sinta confortável. A partir daí, o relacionamento só tende a evoluir.


3) Forneça sempre feedbacks


Dar feedbacks está além de simplesmente apontar erros ou acertos. Não somos moldadas pelos resultados, mas sim pelo processo pelo qual o alcançamos.


Observe como suas colaboradoras trabalham, suas principais forças, as ferramentas que utilizam para trabalhar no dia a dia e a forma como trabalham em equipe. Dessa forma, para além de apontar, você saberá:


- Valorizar os trabalhos individuais e coletivos da sua equipe;

- Conceder orientações mais assertivas nos momentos de dificuldades;

- E enxergar a equipe como um corpo, e como tal possui membros com funcionalidades e talentos diferentes, que podem ser demandados em trabalhos específicos.


Enxergou as vantagens de inserir a Gestão de Pessoas ainda esse ano na sua empresa? Agora você sabe por onde começar!


4 visualizações0 comentário