• SPA Express

A Luta feminina no empreendedorismo

Nossa jornada por direitos iniciou no final do século 19 contra salários inferiores e horas exaustivas de trabalho. Com o tempo, as organizações feministas cresceram, identificaram novas pastas e começaram a exigir cada vez mais respeito e espaço no ambiente de trabalho. Esse movimento permanece revolucionando as estruturas da sociedade em todos os aspectos, desde a busca pela divisão igualitária dos afazeres domésticos, até a luta pelo impulsionamento de mulheres em cargos de liderança e na seara política.

"Acredito que nós mulheres estamos enxergando cada vez mais o nosso espaço como empreendedoras na sociedade em que vivemos. É o que chamamos de empoderamento”, conta Luciana Piquet, sócia-fundadora do SPA Express

A autonomia nos deu autoconfiança para empreendermos nos mais diversos segmentos. No entanto, nossa luta não acabou. No terceiro semestre de 2020, menos da metade das mulheres brasileiras estavam trabalhando, percentual mais baixo desde 1990, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Esse dado ilustra na prática o impacto da pandemia na vida profissional das mulheres brasileiras.

Não trabalhar fora de casa - pois sabemos que dentro de casa o trabalho se dobrou para as mulheres durante este período, principalmente para mães -, implica em perda da autonomia financeira, redução do aprimoramento profissional e crescimento na carreira, além de afetar a autoconfiança. Todos esses fatores resultam no terrível aumento da misoginia.

É certo que o caminho ainda é longo para revertermos esse quadro triste para as mulheres brasileiras, por isso, é importante que cada uma de nós seja coadjuvante da mudança. Como fazemos isso? Priorize adquirir produtos e serviços de empreendedoras, contrate mulheres em maior número, indique o trabalho de mulheres para suas amigas e amigos, opte por lojas dirigidas por mulheres negras, da mesma forma, valorize e empodere mulheres em seu ambiente de trabalho!

“Crescer num ambiente que estimula isso é muito importante para fazer com que a gente entenda nossa infinita capacidade o quanto antes. Somos versáteis, resilientes, fortes e precisamos identificar as oportunidades que nos rodeiam e aprimorar o nosso olhar para os negócios. Você pode começar com uma melhoria na sua comunidade e dali entender que pode impactar a vida de outras pessoas, gerar renda e fazer coisas incríveis acontecer", completa Piquet.

Assim, acreditamos que poderemos reverter este quadro e revolucionar o mundo, com uma mulher de cada vez.